Image Map
Espiritualidade ou Ufologia ? - Enigmas e Mistérios. F

Header Ads

Espiritualidade ou Ufologia ?


O que seria do Fenômeno UFO se não fossem os encontros diretos com ETs, os chamados contatos imediatos de grau avançados? Por certo, seria um tema menos interessante que os tornados, furacões e raios. Não haveria publicações regulares sobre o assunto, tampouco críticos disso e daquilo. Os ufólogos estariam reduzidos a uma minoria tão desconhecida quanto aos pesquisadores de “coisa nenhuma”. De fato, sem tais encontros, os UFOs seriam um acontecimento indecifrado e de valor inexpressivo. Se hoje são levados a sério, isso se deve aos contatos imediatos e às testemunhas, que corajosamente vieram a público dizer que estiveram em naves alienígenas e falaram com seus tripulantes. São esses os casos mais significativos da Ufologia Mundial, de onde surgiu a Ufologia Espiritualista. Do relato dos fatos surgiu o extraordinário e, nos contatos, os ETs disseram coisas interessantes. “Estamos num estágio evolutivo mais avançado que o vosso”, “Há muitos mundos habitados”, “A Terra é visitada desde tempos imemoriais”, “As religiões retratam parte dessas visitas”, “O homem é um ser espiritual” e “O regime de encarnação e reencarnação faz a humanidade”, por exemplo. De fato, a física empregada por “eles” é diferente da nossa e sua subjetividade nos leva a cogitar que certos mundos poderiam ser habitados por algum tipo de vida, cuja constituição corpórea escaparia aos limites da nossa ciência. Na Ufologia, a Espiritualidade surgiu dos encontros de graus elevados e não pode ficar fora dela, nem das publicações especializadas.


Cirurgias espirituais e curas por ETsCuras estranhas de enfermidades e distúrbios em seres humanos são relatadas desde que a medicina é praticada pelo homem. Os registros se perdem ao longo da história e são encontrados em todas as civilizações da antiguidade, como Egito, Grécia, Índia e outras. As anotações não deixam dúvidas de que existe “muito mais” por trás dessas curas do que foi entendido e classificado pela ciência como aceito e explicável dentro de seus padrões de normalidade. A história das religiões está repleta de relatos dessa natureza. Com o passar do tempo e a reincidência dos fatos, esse “muito mais” passou a ser chamado fenômeno paranormal ou psi, ou seja, um conhecimento que não se coaduna com as leis científicas usuais. E o fenômeno passou a ser o foco de intensos debates em círculos de disciplinas afins, como a Doutrina Espírita, o esoterismo, a parapsicologia, as medicinas alternativas e, mais recentemente, a Ufologia. Contudo, ainda assim o fenômeno das curas paranormais se revela carente de melhor entendimento, de um empenho mais efetivo que venha trazer luz à sua imensa gama de possibilidades em benefícios do ser humano.

Avaliação científica de cura espiritual

Segundo o Espiritismo, os médiuns são pessoas com sensibilidade apurada, intermediários entre dois mundos postados, cada qual em seu relativo espaço-tempo. O fenômeno mediúnico é algo que existe desde tempos imemoriais, conforme observado nos registros da história antiga, e prossegue existindo ainda hoje, principalmente nas instituições espíritas, onde é estudado exaustivamente. Sua prática tem despertado grande interesse em milhares de pessoas que buscam diariamente alívio espiritual e físico para seus males. A eficácia das curas espirituais, embora alguns pesquisadores sejam céticos quanto a ela, outros, contudo, registram curas obtidas mesmo com os pacientes em sérias condições orgânicas, apresentando quadros de recuperação difícil ou improvável. Em algumas vezes, há relatos de que os curadores, de modo instantâneo, realizam diagnósticos antes mesmo de estes terem sido obtidos pelos métodos da medicina convencional, sendo depois confirmados por ela. Os fenômenos ditos paranormais, incluindo a vida extraterrestre em razão de suas evidências física e psíquica, não são inexplicáveis. E também não são sobrenaturais, mas fatos ainda não explicados pela ciência.

Doutor Fritz: o enigma continua
Os tratamentos espirituais sempre estiveram envoltos em profundo mistério. Dentre eles, vemos as cirurgias praticadas diretamente no corpo físico chegarem ao ápice com o brasileiro doutor Edson Queiroz. Ao longo de 10 anos, o espírito do doutor Adolph Fritz incorporou em Queiroz, desde o ano de 1981 até 05 de outubro de 1991, data em que o médico fora assassinado. Relembrando um pouco o triste episódio, o golpe de faca desfechado fora mortal, atingindo-o nas costas, fazendo profunda abertura da axila direita e ferindo-o mortalmente. O ferimento provocou enorme sangramento, e o médico não resistiu à operação realizada às pressas. A causa mortis atribuída foi parada cardíaca.

Transcontatos com alienígenas

A questão extraterrestre despertou minha atenção há cerca de seis anos. Como outras pessoas, eu achava que o assunto era fantasioso e nada comprovado cientificamente. Tratava-se de tema sem muito interesse. Até que numa gravação de áudio, que fiz através da transcomunicação instrumental (TCI), uma voz solicitou que eu gravasse também imagens. No passado, já havia feito isso por um período, mas depois tinha interrompido. Diante da solicitação, compramos uma câmera nova e reiniciamos os trabalhos de forma tradicional, filmando chuviscos da TV. Rapidamente, começaram a surgir imagens de “cabeções”, como nós as chamávamos de início. Custou-nos a admitir o óbvio: os “emissores” estavam transmitindo imagens deles próprios. E qual a importância disso no nosso trabalho? Na TCI o fato novo era que as imagens não pareciam ser de seres humanos, mas de entidades alienígenas, além de que constatamos que elas alcançavam outros níveis dimensionais.

A regressão no estudo das abduções

Na Ufologia não são poucas as testemunhas que relatam terem sido vítimas de abdução, o chamado contato de 4º grau. As pessoas vivem momentos de agonia ao serem raptadas por um intruso que adentra seu espaço. Embora essa relação possa parecer ao observador menos atento apenas um evento espiritual, como, por exemplo, uma soltura da alma, na verdade a testemunha relata ter sido levada de corpo físico. Diz que estava acordada, que levitou no ambiente e passou barreiras sólidas, sendo movida à nave para exames. Ali, manipulada por seres não humanos, alega ter sofrido experiências no corpo. Também é bastante comum trazerem em si alguns sinais do inconveniente, tais como sangramento, inchaço, inflamação, ardência, cicatriz, implante ou outra anomalia. Os UFOs deixam marcas físicas na natureza e na pessoa, mostrando que utilizam tecnologia para produção de energias que são prejudiciais ao ser humano
Tecnologia do Blogger.